Google+ Badge

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

NO QUE PRESTEI ATENÇÃO EM 2012


E eis que chega o fim de 2012, e, pelo visto, a que escreve e os que lêem, sobrevivemos ao fim do mundo. De novo. Pensei, repensei, escrevi e deletei vários artigos, alguns decentes, outros raivosamente infames, e acabei sem idéias a respeito do último post do ano, até que, revendo minha agenda, lá vi resumidos os fatos de 2012. Aqueles nos quais, não só prestei atenção, como pensei a respeito, e então, tal qual todas as estações de TV de nosso universo conhecido, decidi por uma espécie de resenha.

Síria em tremendo estado de confusão, do início ao fim do ano. A União Européia promove embargo ao petróleo provindo do Irã, como forma de parar o enriquecimento de urânio que, eles dizem, estão fazendo. Um homem bomba suicida, numa moto, mata o mais importante cientista nuclear iraniano, Mostafa Ahmadi Roshan, em Teerã, e
imediatamente o Irã culpa os EUA e Israel, os quais negam qualquer envolvimento na coisa (aqui, tive que rir, pensando como seria chocantemente engraçado, se o presidente americano e o primeiro ministro israelense tivessem vindo a público, de mãos dadas e batendo no peito, num "Mea Culpa” sentido). O Costa Concordia capota
perto da ilha de Giglio, e o comandante, Francesco Schettino, é um dos primeiros a abandonar o navio, numa das mais ridiculamente trágicas histórias da marinha italiana, e, em Reno, Nevada, mais de 10.000 pessoas tiveram que ser evacuadas por causa de um fogaréu sem tamanho. Desemprego continua firme aqui na terra de tio Sam. Mudo de Iowa para o Tennesse, e a viagem, atravessando 3 estados e alguns fusos horários, foi fantástica. Morre de leucemia a Etta James. Também morreu a Whitney Houston, numa banheira, num quarto de hotel. Que fim mais abestado para uma voz angelical. Também se foram Hebe, Dave Brubeck, Niemayer e Dona Canô. Mandela balança, mas não cai, e Bush pai está com um pé na cova, mas resistindo. E meu sobrinho se formou em Arquitetura.

Não escrevi o nome da revista, de forma que não lembro mais, mas veio com um artigo dizendo que ter um irmão mais velho aumenta muito a chance do filho seguinte ser gay, pois o corpo da mãe reage aos antígenos H-Y do primeiro filho - se o mais velho for menina, parece não acontecer nada. NBC me informa que sexo oral baixa a pressão arterial, e a Escola de Medicina John Hopkins nos deixa saber que é bem possível morrer de coração partido, devido ao aumento brutal dos hormônios do stress.

Violência na Grécia, Irã ataca embaixadas israelenses na Geórgia e na Índia, 300 pessoas morrem num incêndio na cadeia em Honduras, e é o primeiro aniversário da queda de Mubarack no Egito. Já aqui chego à conclusão que, entra ano e sai ano, a situação entre Israel e qualquer estado árabe continua exatamente a mesma, e descobri o porquê do caso entre Bill Clinton e Monica Lewinsky: tentativa de baixar a PA do moço.

Comemora-se um ano do tsunami no Japão, com preocupações sérias quanto a radiação nos alimentos. Israel faz um ataque aéreo em Gaza, matando 16 pessoas, e há centenas de mortos conseqüentes ao choque entre militantes e o exército na Etiópia. Na Rússia, um bando de gente é presa por criticar Vladmir Putkin, e eu besta aqui pensando que o comunismo tinha acabado. A estação dos tornados começa feio, e madeireiros se tornam coletores de sementes para replantar a floresta amazônica.
Descobrem que a explosão do Deepwater Horizon da BP no Golfo do México, em 2010, causou profundas mudanças no meio ambiente, achando camarões mutantes nas águas do golfo. A revista Nature traz um artigo interessantíssimo, mudando o que se pensava se sabia a respeito dos óvulos, isto é, que não se nasce com um número pré determinado deles, e outro explicando que necessitamos dormir para que o cérebro possa "limpar" o lixo acumulado durante o dia. O Paquistão deporta 14 membros da família Bin Laden para a Arábia Saudita, Ruper Murdoch pede desculpas pelo escândalo de seus jornais, o primeiro ministro da Jordânia renuncia e bomba em Bagdá mata 4. Chavez volta à Venezuela berrando que está curado do câncer, e um tremor de terra de magnitude 7 abala o México. Os EUA e a ONU pedem desculpas pela matança de civis no Afeganistão, a Orbit Towel é apresentada ao público em Londres, o calor das águas é acusado pela morte de 5.000 pelicanos nas costas do Peru, judeus e palestinos trocam tiros, e o quadro "O grito" é vendido por 120 milhões de dólares. É inaugurado o estádio mor dos jogos olímpicos e rebeldes queimam a tumba de Tumbuktu. Putin vira Presidente da Rússia (de novo), fúria pela Europa com as medidas de austeridade, Obama anuncia seu suporte a casamento gay, e Portugal elimina 4 feriados para melhorar a economia (essa li duas vezes que achei que era piada de português).

No México, são encontrados 49 corpos sem cabeça, uma senhora de 73 anos se torna a pessoa mais idosa a escalar o Everest, Mark Zuckerberg se casa, 2 tremendos tremores de terra na Itália, no Iêmen morrem 22 em ataque da Al Qaeda. A NATO aceita a data para encerramento da guerra no Afeganistão, que será julho de 2014. A Coréia do Sul passa lei possibilitando a castração química de estupradores, a presidenta Dilma veta 12 artigos do projeto florestal. É lançada a campanha para a independência da Escócia, 2 tibetanos se imolam no templo de Lhasa e 160 meninas são envenenadas numa escola no Afeganistão. A Coréia do Norte se auto proclama "Estado Nuclear".

Na Filadélfia, inicia-se o julgamento de Monsignor William Lynn, acusado de acobertar anos e anos de abuso sexual de seus prelados. Doadores de rins iniciam as trocas intercontinentais. Betinha da Inglaterra inicia as comemorações de seu Jubileu. A Florida, como de costume, tentando cortar direitos de voto, e aparece a mais nova droga no mercado: sais de banho. Enquanto isso, no Japão, é preso Naoko Kikuchi, responsável pelo ataque de gás sarin em Tóquio, em 1995. No Brasil, 120 ex-presos políticos da ditadura recebem desculpas oficiais, incluindo a Presidenta, que não estava presente na cerimônia. No México, morrem 11 num ataque a um centro de reabilitação para drogados. O Space Shuttle Enterprise é aposentado e levado para sua morada final no Museu New York City's Intrepid Sea, Air and Space.
Elize Ramos Kitano Matsunaga mata e desmembra o marido, e leva os pedaços em mala. Essa me chocou. Há que ter mais do que sangue frio e força para desmembrar um corpo. No Egito, logo de cara, é dissolvido o parlamento.

Os físicos do CERNE provam a existência da "Partícula de Deus" (Higgs Boson), isto é, aquela coisa que deu forma a toda a matéria do Universo, e fiquei tão emocionada que quase choro. Que lindo seria se pudéssemos todos entender Deus como força propulsora e não como esse ser que dita regras a troco de nada, pois, em sendo Deus, já sabe os resultados, então para que?

Em 5 de agosto, o Curiosity (Curiosidade - Laboratório de ciência de Marte) sai andando na superfície do já citado planeta.

Devido a secas horrendas, furacões fora de hora, incluindo o Sandy, em NY, baixa um pouco a briga a respeito de mudanças climáticas, posto que não vão acontecer - já aconteceram. E na maioria dos estados americanos, o casamento gay é legal, assim como o uso de maconha.

Em Bengazi, é assassinado o embaixador americano e a coisa vira um escândalo político aqui nos EUA, amplamente usado pelos republicanos, que, mesmo assim, perdem feio, e Obama é reeleito. Aliás, essa foi uma das mais ridículas eleições que assisti, pois os republicanos que concorreram eram um mais estapafúrdio que o outro. Tivemos explicações a respeito de "estupro real", quando então o corpo da estuprada "se tranca, e assim não há possibilidade de gravidez", até o brilhantíssimo de "mesmo quando há estupro e gravidez consequente, continua sendo a vontade de Deus". Trinquei os dentes.

Tau Ceti, uma estrela tipo nosso sol, a 12 anos luz de distância, foi descoberta, e pelo visto tem à sua volta, 5 planetas mais ou menos como a Terra. Todos os nerds alegrinhos, achando que, em pelo menos um deles pode haver vida.
Acontecem os XXX Jogos Olímpicos de Verão na Inglaterra, e achei impagável a Rainha e James Bond.

Maravilha das maravilhas, o Memorial Hermann, o maior centro de Tratamento e Pesquisa em oncologia do mundo, lança o projeto "Atirando para a Lua", cujo objetivo é erradicar o câncer nos próximos 5 anos. E se depender de minha torcida, acontece até antes.

Outra notícia fantástica é a possibilidade de reversão do Mal de Alzheimer por terapia de células de tronco.

Aqui, o povo ensandeceu com fé, gosto e vontade, e, em 20 de julho, aconteceu um massacre num cinema do Colorado, outro num Templo Sikh no Wisconsin, em 5 de agosto, outro numa fábrica em Minneapolis, em 27 de setembro, e aí, o prá lá de impensável, 20 crianças, entre 5 e 7 anos, numa escola em Connecticut, em 14 de dezembro. Todos os perpetradores deram mais do que um sinalzinho de problemas mentais sérios, nenhum deles foi tratado ou estava em tratamento no momento do acontecido, e é minha intenção escrever um post todo inteiro sobre a maldade que estamos cometendo, todos nós profissionais da área, ao termos comprado, sem muita critica ou discussão, todo o movimento antipsiquiátrico. Falam ser maldade contra o paciente que cometemos, quando dizemos que diagnóstico é uma etiqueta que grudamos nas pessoas. Não é. Diagnóstico é uma bússola, para dar a direção do que pode e deve ser feito.

E agora vos desejo o melhor em 2013. Não vou desejar que recebam tudo que queiram, mas que tenham a força e determinação para buscarem o que precisam.

Salute amici!


quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

23 Ilusões que o Envelhecimento dissipou


Tive que traduzir esse artigo, que fez tanto sentido no ano que me tornei sexagenária, como homenagem a meus amigos/amigas e a mim mesma, pelas batalhas vencidas, batalhas essas que foram muito mais internas do que as que fazem as manchetes de jornais, mas nem por isso, menos duras.

1- Minha mais recente sacada: Enfrentar e descontruir ilusões leva a um estado contínuo e sereno de iluminação. (Não sei bem se é iluminação, mas de paz, certamente o é)

2. Minha mais antiga ilusão: Sucesso garante imortalidade.

3. Que sessenta são os novos quarenta (o bobagem grossa!).

4. Que esses anos de pós-meia-idade representariam o pico da demanda e valorização do que sempre entendi como sendo minhas habilidades mais comercializáveis.(hehehehe...seria cômico se não fosse trágico).

5. Que fui melhor mãe para meus filhos do que minha mãe foi para mim. Na realidade, para enfrentar meus problemas com meu passado, exagerei tanto nas correções que quase destrui a capacidade deles de lidar com os própios ressentimentos.(Esse parece ser um problema dessa nossa geração de baby boomers, com o "é proibido proibir")

6. Que sempre saberia a razão pela qual, pessoas importantes em minha vida, dela desapareceriam por vontade própria.

7. Que pessoas boas seriam sempre premiadas e as más, punidas.

8. Que exercícios e alimentação saudável irão mantê-la firme e forte como quando era jovem.

9. Que você não é, nem nunca será como aquelas outras pessoas que envelhecem.

10. Que ter uma doença séria implica em que vai morrer logo.

11. Que se pode superar qualquer coisa.

12.Que papai, mamãe, professores e mentores sempre souberam o que era melhor para você e que sempre pensaram primeiramente em seu bem estar.(Essa saquei faz tempo, mas óbviamente, americanos são mais inocentes, por mais tempo)

13. Que as coisas que outras pessoas criticaram em você, eram ruins ou erradas (essa levei um tempão para sacudir)

14.Que a vida é longa e a decolagem pode recomeçar a qualquer momento.(Até meus 45, juro que fui imortal)

15. Que guardou o suficiente para a aposentadoria e / ou seus filhos serão capazes (ou vão querer) cuidar de você. (Essa ilusão nunca tive, mas é bom pensar nela).

16. Que ninguém jamais a/o amará como mamãe. ( Essa aqui considero bobagem grossa, pois em sendo amores diferentes, é obvio que, para o bem o para o mal, ninguém será como mamãe, papai, etc. Acho que a ilusão é "ser amado como..... preencha o espaço).

17.Que nunca vai se recuperar da perda do primeiro amor.

18.Que pode participar de uma reunião dos colegas de ginásio e não reverter a sentimentos e comportamentos adolescentes.( Essa, a meu ver, é outra coisa típicamente americana, nunca pensei no assunto nem nunca participei de tal reunião, mas não vejo nenhum problema em assim me comportar quando reencontro amigos/as daquela época...e por que diabos não deveria?).

19. Que, para mostrar que você cresceu e venceu, seu carro há que ser uma Ferrari.( O meu sonho era Jaguar, mas não me lembro de ter pensado em relação a crescimento e vitórias, apenas que achava e continuo achando que é uma lindeza).

20. Que algum dia seria: a) Uma estrela da Broadway, b) Super model, c) Jogador de futebol internacional, d) Ganhador do Nobel, e) Presidente, f)Cantor de banda famosa, g) O próximo Bill Gates ou Steve Jobs, h) O autor de um best seller (checado d e h).

21.Que você tem que agir, fazer, ser, aguentar seja lá o que for para ser aceito/a.

22.Que se sentir culpada significa necessáriamente que fez algo errado e se sentir inadequado significa que ainda não fez o suficiente ( Se alguém teve mãe italiana ou judia, sabe perfeitamente como é isso, e como demora para consertar).

23. E finalmente, a mãe de todas as ilusões: a que podemos controlar e dominar todas as áreas de nossa vida, se apenas formos bons o suficiente, tentarmos o suficiente, formos inteligentes o suficiente, etc...então, teremos tudo o que queremos e do jeito que queremos.

Na Bíblia dizem que "a verdade te libertará". Fico aqui pensando se "verdade" e "idade"são sinônimos. Estou cogitando sériamente sôbre como ficarei quando parar de pintar os cabelos, o que, em minha opinião, é o ato libertatário mais basal. E vai ser logo!

ARTIGO ORIGINAL